Como evitar o Coronavírus: Proteja-se da pandemia

o-que-é-lockdown

Como evitar o coronavírus é uma das perguntas que mais recebemos aqui no blog desde que a pandemia começou.

De fato, o coronavírus é uma doença respiratória que é transmitida em 80% dos casos pelas mãos ou através de gotículas respiratórias expelidas do nariz ou da boca quando uma pessoa tosse ou espirra.

Nós sabemos que as recomendações básicas são usar sempre máscara, luvas e álcool em gel.

Porém, existem outras formas de prevenção da doença. Veja em detalhes como evitar o coronavírus e proteger sua família.

Leia também: cidades brasileiras que adotaram o Lockdown

O que é o Coronavírus?

O coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/2019 após casos registrados na China. É um vírus mortal que provoca a doença chamada de COVID-19.

COVID-19 é uma doença causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, que apresenta um quadro clínico que varia de infecções assintomáticas a quadros respiratórios graves.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a maioria dos pacientes com COVID-19 (cerca de 80%) podem ser assintomáticos e cerca de 20% dos casos podem requerer atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória e desses casos aproximadamente 5% podem necessitar de suporte para o tratamento de insuficiência respiratória (suporte ventilatório).

Como o coronavírus é transmitido?

A Unicef relata que o coronavírus é transmitido pelo contato direto com gotículas respiratórias produzidas por uma pessoa infectada (quando tosse ou espirro) e pelo contato com superfícies contaminadas.

Além disso, o vírus pode sobreviver em uma superfície por várias horas ou dias.

Quais são os sintomas da Covid-19?

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisa e Segurança (INRS), a Covid-19 se manifesta por uma infecção respiratória aguda com sintomas de:

  • Fadiga;
  • Febre;
  • Dificuldade em respirar com tosse
  • Anomalias pulmonares radiológicas (infiltrados bilaterais extensos).

Esses sintomas são comparáveis ​​aos da gripe ou resfriado.

Em caso de dúvida, é necessário fazer o teste. Por outro lado, evite ir diretamente ao hospital sem antes indetificar os sintomas.

Quando obter assistência médica?

De acordo com o Ministério da Saúde, se você viajou recentemente para uma das regiões mais afetadas ou teve contato com pessoas que foram para lá ou que, além de ter tido contado com uma pessoa doente com febre, tosse ou dificuldade em respirar e estiver sentindo os sintomas supracitados, você precisa imediatamente fazer contato com seu médico para eliminar quaisquer dúvidas.

Você também pode ligar para a autoridade de saúde pública local de sua cidade.

Para proteger as pessoas ao seu redor, lave as mãos com frequência e cubra a boca e o nariz quando tossir ou espirrar e, se possível, mantenha-se num cômodo de sua casa isolado.

Como se proteger da Covid-19?

Veja como evitar o coronavírus e proteger-se do surto da pandemia adotando medidas simples:

  • Você deve lavar as mãos regularmente com água e sabão. Um gel hidroalcoólico também pode ser usado;
  • Lembre-se de cobrir a boca e o nariz quando tossir ou espirrar (pode ser usado o vinco do cotovelo para cobrir a boca). Quando usar um lenço jogue-o imediatamente depois em uma lixeira fechada;
  • Evite contato próximo com uma pessoa que mostre sintomas de resfriado ou gripe. Uma distância superior a um metro é recomendado.

Como proteger sua família da Covid-19?

Algumas medidas de proteção são recomendadas à família, mas principalmente às crianças e idosos, dessa forma, você pode reduzir significativamente o risco de crianças e pessoas da terceira idade de contraírem ou espalharem o coronavírus.

Dicas para proteger a família diariamente:

  • Explique para as crianças e idosos como os germes se espalham e a importância de lavar bem as mãos e o rosto a todo momento;
  • Garanta a limpeza das superfícies domésticas, especialmente a cozinha,no banheiro e as maçanetas das portas;
  • Use panos limpos para limpar as superfícies, para não transportar germes de uma superfície para outra;
  • Dê a todos a sua própria toalha de rosto em casa e garanta que ninguém esteja compartilhando objetos pessoais.

Outras dicas:

  • Tenha sempre álcool em gel em sua bolsa, no carro e na bolsa das crianças para poder higienizar as mãos com frequência e facilidade;
  • Sempre lave as mãos antes de comer;
  • Seja especialmente cuidadoso em aeroportos e transportes públicos movimentados e evite tocar em qualquer coisa e depois em seu rosto;
  • Não faça lanches fora de casa e evite tocar nas coisas em lojas ou em qualquer outro lugar nas quais outras pessoas tenham colocado os dedos;
  • Limpe as superfícies e os dispositivos com os quais você toca ou manipula regularmente, e não apenas as mãos.

Você precisa de uma máscara?

Depende de quanto você quer se proteger da pandemia. As máscaras de papel, conhecidas como “máscaras cirúrgicas”, são úteis apenas quando você está doente, para evitar contaminar os outros, disse o Ministério da Saúde no final de janeiro.

O uso deste tipo de máscara pela população não doente, a fim de evitar pegar a doença, não faz parte das medidas de barreira recomendadas e sua eficácia não foi demonstrada.

Se você precisar investir em máscaras de “proteção respiratória“, deve procurar o modelo PFF2, equipado com um dispositivo para filtrar poeira e patógenos, indicado para pessoas em contato com pessoas doentes, para evitar contaminar os enfermeiros ou os médicos que cuidam deles.

Qual o tratamento contra o Coronavírus?

Os pacientes podem ser tratados, mas ainda não há cura conhecida para esse coronavírus.

Os Institutos Nacionais de Saúde dos EUA estão trabalhando com uma vacina, mas afirmam que levará alguns meses para o início dos ensaios clínicos e mais de um ano para que a vacina seja comercializada.

Dito isso, a melhor forma de tratamento é pela prevenção. Você deve começar a limpar sua casa e desinfetar todas as maçanetas como forma de prevenção.

Nunca saia de casa sem sua máscara ou seu álcool em gel, além de evitar ao máximo a aglomeração de pessoas. Dessa forma, conseguiremos evitar que o covid-19 se espalhe.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *