A menstruação, para além de ser considerada um incômodo, é um marco na vida sexual e afetiva de uma mulher, pois está extremamente ligada a sua formação. Ademais,
com o sangue menstrual é eliminado todo o estresse e toxinas acumulados durante o mês, portanto não se trata apenas de um processo fisiológico natural, e sim de
uma limpeza orgânica essencial.

Porém, mesmo sendo importante para que o corpo funcione corretamente, a TPM e as cólicas menstruais são adicionais negativos, que podem acabar por prejudicar a
qualidade de vida da mulherada.

As dores pélvicas no baixo ventre vão de fraca a forte intensidade, e quando muito agudas, podem vir acompanhadas de sintomas como náuseas, vômitos e dores de cabeça.

Hoje trazemos para você 5 dicas muito legais para aliviar as cólicas no útero, essa dor tão irritante, e para continuar vivendo durante o período menstrual.

Tudo bem sobre ter de usar shortinho na praia e dar a clássica desculpa: Não tô a fim de entrar na água hoje! Mas não abaixe a cabeça para as cólicas que te impedem
de ir a tal praia, de fato.

Bora aprender a combater este mal? Todas a postos? Vamos lá!

1. Descansar, usar bolsas de água quente e comer bem

O simples ato de deitar de barriga para baixo, apoiada em um travesseiro, de modo a comprimi-la, proporciona um gostoso alívio em relação as cólicas menstruais.
Parece óbvio, não é? Mas, muitas mulheres ainda não sabem disso, ou o fazem tão naturalmente que não perceberam que realmente ajuda na diminuição das dores uterinas.

Outras atitudes simples e eficientes que podem ser feitas por qualquer um são:
A utilização da boa e velha bolsa de água quente, a realização de massagens localizadas e o cuidado maior com a alimentação.

No caso da bolsa, coloque-a na região lombar para que o calor estimule a irrigação e amenize o impacto das contrações uterinas que ocasionam as cólicas.
No da massagem, o ponto mais usado é um chamado Zi Gong Xué, que fica perto das bordas do púbis, e no da alimentação, use e abuse de Alimentos com cálcio (laticínios
e vegetais escuros), magnésio (soja, banana, beterraba, aveia, tofu, couve e abobrinha) e gorduras poliinsaturadas (salmão, atum e castanha do Pará).
Beba bastante líquido, excedendo sem dó o recomendado de 2 litros de água por dia, abusando dos chás naturais (trataremos disso mais adiante com detalhes), e sucos
de fruta. O de abacaxi, por exemplo, age como anti-inflamatório, permitindo assim a diminuição de inflamação nos tecidos do útero, o que também ajuda no combate
as cólicas.

É claro que você pode ficar manhosa e desejar que seu amor te leve brigadeiro, Nutella e outras besteiras na cama, mas tente ao máximo evitar. Alimentos com acúmulo
de gordura, como hambúrgueres e frituras em geral, podem ser prejudiciais, aumentando até mesmo as cólicas, já que estimulam a produção de hormônios que agravam
as contrações no útero.

Café, chá preto e refrigerante, também devem ser evitados, pois resultam nos mesmos efeitos citados acima.

2. Exercícios físicos

Caminhar, andar de bicicleta, praticar ioga ou alongamento, quando feito de forma regular e moderada, pode liberar endorfinas e aliviar as cólicas.

Veja a seguir alguns exemplos de exercício:

  • Deite-se de costas, com joelhos dobrados, pés no chão e braços para trás.
    Sutilmente e em simultâneo, levante os braços para frente e estique as pernas para a posição sentada.
    Tente alcançar os dedos dos pés, mas o faça de forma vagarosa para não acabar por machucar-se.
  • Fique de pé, de frente para uma parede, a uma distância aproximada de 30 centímetros.
    Cruze os braços na altura dos ombros e em seguida incline a barriga, para que esta toque a parede.
    Permaneça assim por 1 minuto, sempre mantendo os calcanhares no chão e os joelhos retos.

3. Sessões de acupuntura

Esse típico tratamento com agulhas tem ação analgésica e regula o ciclo menstrual, concentrando-se em pontos específicos do corpo que se estimulados da forma correta,
ocasionam a liberação de hormônios que aliviam as cólicas.
Além disso, ajuda de modo geral no aspecto físico e psicoemocional, com benefícios funcional e fisiológico dos diversos aparelhos do corpo, como gastrinstestinal,

locomotor e geniturinário.

4. Uma boa xícara de chá

Você sabia que dá para bancar a inglesa e ainda aliviar as cólicas menstruais, tudo em uma tacada só?
O chá mais famoso para o tratamento das dores no baixo ventre é o de canela, mas outras ervas também podem ser eficientes caso esta não lhe agrade, em especial.

Veja a seguir algumas receitinhas:

Chá de camomila

O famoso chá para trazer a calma também pode ser um forte aliado na batalha contra as cólicas menstruais.
A erva estimula a produção da glicina, um aminoácido que reduz os espasmos musculares, deixando o útero relaxado. Também diminui o estresse e tem ação antiespasmódica.
Pode ser tomado todos os dias durante o período menstrual, e será ainda mais gostoso como acompanhamento de uns biscoitinhos ou torradas, que tal?

Receita

Ingredientes:
  • 1 xícara de água;
  • 1 colher (sobremesa) de flores de camomila.
Modo de preparo:
  • 1. Ferva a água;
  • 2. Quando levantar fervura, desligue o fogo e acrescente as flores de camomila;
  • 3. Mexa bem, coloque em uma caneca, tampe-a e deixe por 10 minutos;
  • 4. Depois, é só tomar.

Chá de orégano

Pois é, ele não serve apenas para dar sabor a pizza! Por possuir ação diurética e sudorífera, ajuda a eliminar as toxinas do organismo e, assim, não só alivia as
cólicas, mas também diminui as dores de cabeça que acompanham-nas.

Receita

Ingredientes
  • 1 xícara de água;
  • 2 colheres (chá) de orégano.
Modo de preparo:
  • 1. Ferva a água;
  • 2. Quando levantar fervura, desligue o fogo acrescente o orégano;
  • 3. Mexa bem, coloque em uma caneca, tampe-a e deixe por 5 minutos;
  • 4. Em seguida, é só tomar (não precisa adoçar).

Chá de calêndula

Uma flor excelente para o alívio das cólicas menstruais. Além de cheirosa e bonita, a prima da Margarida possui flavonoides, óleos essenciais e glicosídeos amargos
em sua composição.
Por isso, tem ação anti-inflamatória, antisséptica, desinfectante, desintoxicante, adstringente, cicatrizante e hemostática.

Não é brincadeira! Ela era usada até mesmo na segunda guerra para tratar dos feridos, e posteriormente cientistas comprovaram seus benefícios para a saúde.

Agora, uma dica para o parceiro/a de uma mulher com cólicas, que tal levar flores de calêndola para seu amor, e ainda arrasar indo para a cozinha preparar um chazinho?

Tudo de bom, né?

Apenas atente-se para o calendário, pois este chá é mais proveitoso se tomado cerca de 10 dias antes da menstruação.

Receita

Ingredientes:
  • 1 xícara de água;
  • 1 colher (sobremesa) de flores de calêndula.
Modo de preparo:
  • 1. Ferva a água;
  • 2. Quando levantar fervura, desligue o fogo e acrescente as flores de calêndula;
  • 3. Mexa bem, tampe e deixe por 10 minutos;
  • 4. Por fim, é só coar e tomar.

Chá de folha de laranjeira

O chá de folha de laranjeira é ótimo para tomar no período menstrual, pois alivia a dor, melhora a qualidade do sono e ainda combate o estresse do organismo. Para
ser totalmente eficiente, tome uma xícara desse chazinho perfumado cerca de 3 dias antes da menstruação.

Receita

Ingredientes:
  • 1 xícara de água;
  • 2 colheres (chá) de folha de laranjeira.
Modo de preparo:
  • 1. Ferva a água;
  • 2. Quando levantar fervura, desligue o fogo e acrescente as folhas de laranjeiras bem picadinhas;
  • 3. Mexa bem, coloque em uma caneca, tampe-a e espere amornar;
  • 4. Depois, é só coar e tomar.

5. Consultar um especialista

Caso os sintomas e as dores das cólicas persistam mesmo após a aplicação de uma ou todas as dicas acima, é de suma importância que a mulher procure um ginecologista
para investigar o porquê. Com este profissional, aliás, estabeleça sempre um diálogo verdadeiro e íntegro, não omitindo fatos ou sintomas por vergonha ou falta
de atenção. Se necessário, faça uma lista em casa do que dizer na consulta, para não deixar passar nadinha!

Dica extra

Pode parecer óbvio, mas vale ressaltar, tendo em vista que muitas
mulheres ainda ignoram esse cuidado, por falta de informação ou
disposição.
Não tome remédios sem a prévia autorização de um médico, pois isso pode ser extremamente perigoso. Cada caso é um caso, e deve ser tratado como tal.
O João da farmácia da esquina pode garantir que aquele remédio é tiro
e queda, mas por mais simpático que possa ser, ao menos que o bom homem seja um especialista, por favor, não coloque sua saúde nas mãos dele!

Conclusão

Apesar de ser um período difícil, as cólicas menstruais podem ser amenizadas e até mesmo evitadas com a aplicação dessas dicas. Alguns
métodos são simples, outros, nem tanto. Mas, todos são possíveis e
eficientes, portanto, não seda ao sofrimento, corra atrás de uma
qualidade de vida melhor.

Menstruação não deve, de forma alguma, ser sinônimo de doença, é um
estado normal do corpo feminino.
Jamais se envergonhe dela!

Gostou do artigo? Esquecemos de citar alguma dica, ou uma delas
funcionou/não funcionou com você? Conte tudo nos comentários!

Compartilhar
/wp-content/uploads/2018/06/aliviar-terriveis-colicas-1-758x396.jpg/wp-content/uploads/2018/06/aliviar-terriveis-colicas-1-758x396-150x150.jpgBeatriz FernandezCólicasMulhercólicas menstruais,dicas,menstruação,mulheresA menstruação, para além de ser considerada um incômodo, é um marco na vida sexual e afetiva de uma mulher, pois está extremamente ligada a sua formação. Ademais, com o sangue menstrual é eliminado todo o estresse e toxinas acumulados durante o mês, portanto não se trata apenas de um...Remédio para emagrecer, dieta, tratamento natural, bulas e tutoriais